Currently set to Index
Currently set to Follow
Skip to content

Desistir de Desenhar é pra Você?

Ontem ao ler os posts no Facebook, me deparei com um desabafo de uma pessoa cogitando desistir de desenhar para sempre.

desistir de desenhar facebook

Ou ainda, frases similares a essa:

“Adorava desenhar quando era criança, mas meus professores disseram-me que não tinha talento”

“Acho que não tenho paciência/tempo para desenhar”

“Ah, eu nunca serei capaz de desenhar como…”

“Tenho medo do que vão pensar de mim”

“Eu tentei começar, mas fico desanimado”

“Falaram-me que desenhar não dá dinheiro e que eu deveria procurar um emprego”

“Já me falaram que eu era muito bom, mas minha vida me levou a outros caminhos”

Pois é: a vida é dura… e desenhar é difícil para quem desenha pela primeira vez.

Imagina quem decide viver disso! A princípio, pode parecer impossível.

Faz pouco tempo que escrevi um artigo sobre como quanto leva para aprender a desenhar. Talvez você esteja passando por isso. É mais simples jogar tudo para o alto – justificadamente – e não retornar.

Você terá essa sensação todo o dia, seja iniciante seja avançado!

Quase todos os artistas profissionais passaram por essa situação em algum momento. Ou estragaram um desenho (para si ou para um cliente), ou precisaram se reinventar no meio do caminho, ou se cansaram.

O que todos tinham em comum? Eles queriam desistir!

Muitos ficaram para trás, enquanto outros persistiram até colherem frutos fantásticos. Esse desejo de desistir é real e está lá para todos. Segue algumas palavras sobre como superá-lo.

#1 – Desistir de Desenhar é uma Sensação Normal

desistir de desenhar 1

Lembre-se de que é perfeitamente compreensível se sentir assim!

A vida é não fácil; se fosse, não faria sentido. Inevitavelmente, chegará a um ponto de frustração que o leva a cogitar a desistência. O importante nesse ponto é que é normal. Encare-o, não finja que não exista e vá para cima!

Sua situação pode não parecer menos assustadora, mas vai passar. Portanto, sempre que você se encontrar pensando em desistir…

Pare e respire profundamente!

#2 – Não se Precipite

desistir de desenhar 2

A pior coisa que você pode fazer quando você sente vontade de desistir é tomar uma decisão no calor do momento. Dê a si um tempo para limpar sua mente. Quanto mais importante for a decisão, mais tempo você precisará.

Quando estiver a ponto de desistir de desenhar, esqueça a tarefa por alguns dias a fim de decidir se dará continuidade. Ao voltar, você terá um olhar diferente.

Para decisões maiores, como se demitir ou encerrar um relacionamento, dê mais tempo. Enquanto isso, faça uma análise simples, enumerando os prós e contras de parar e de continuar. Vá atrás de pessoas que passaram por essa situação e confira o que eles fizeram.

Às vezes não haverá nenhuma decisão a tomar depois que o tempo passar. Pensamentos de desistir serão uma memória esquecida. E mesmo que não sejam, você será capaz olhar logicamente, decidindo melhor.

#3 – Quando Ela Descobriu, Nunca Mais Parou

desistir de desenhar persistência

Vi uma desenhista que estava tão frustrada com o seu trabalho que já não sabia porque estava desenhando. Como o tempo, ela foi percebendo, por meio das suas imagens, o por quê dela estar desenhando em primeiro lugar.

Ela nunca mais pensou em desistir!

Use a mesma tática em mim mesma. Vai funcionar tanto para você quanto para esse abaixo.

Caso saiba o porquê de desenhar, escreva no papel. E se você ainda não escreveu, faça isso agora. Escreva e guarde em um lugar onde ela possa ser encontrada quando você precisar. Imprima-a e pendure-a na parede do estúdio se for necessário.

Todos nós precisamos ser lembrados. Seja publico ou privado, é provavelmente a sua melhor arma contra a desistência.

#4 – Recorde-se do Sentimento Esquecido que o Fez Começar

desistir de desenhar lembranças

Lembras-te como se sentiu quando finalizou o seu primeiro desenho?

Foi de alegria, correto?

Caso o desenho seja também o seu negócio, é muito fácil deixar a atividade gerir um negócio passar por cima da parte criativa do desenho. Afinal, quando se trata de vender para pagar as contas, a criação leva uma surra.

Mas se você quiser esmagar o monstro da desistência, você precisa manter a chama da alegria acesa. Sempre que você desenhar por obrigação, é fácil deixar que os pensamentos de desistir invadam a sua mente.

Aliado ao conselho anterior, se for capaz de sentir bem novamente, os pensamentos negativos se dissiparão. Ou melhor, você não chegará a pensar neles.

#5 – Você se Cansou de Desenhar ou de Evoluir?

desistir de desenhar  progresso

Sempre que consideramos começar algo novo e desafiador, ouvimos primeiro um estímulo interior positivo que vai de um sussurro sutil a um desejo insistente e persistente.

No início, começamos hiper motivados, como se fôssemos desenhar qualquer objeto em um curto espaço de tempo. Seja sua paixão ou não, essa largada é o que faz muitos acelerem nos seu projetos. Entretanto, o sentimento de novidade é substituído por expectativas irreais

Passamos a desenhar tanto, que esquecemos que evoluir também é preciso. Em situações em que você desenha por conta própria, sabe quando virar a página e quando continuar fazendo a mesma tarefa podem ser confusos.

E quando você não tem um orientador, o desamparo é certo.

Estar concentrado no processo criativo é fundamental, contato que não esqueça de corrigir seus erros. Por exemplo, já escrevi sobre como ter as mãos firmes para desenhar. Já pensou que a forma como segura impacta na qualidade do seu desenho?

Desfrutar do que estás a fazer e melhorar sempre faz parte de qualquer aprendizado, seja artisticamente ou não.

#6 – Elimine Esses Vícios Abaixo

desistir de desenhar eliminar vicios

Existem dois vícios pertinentes à condição de ser humano: a comparação e a impaciência.

Todos nós fazemos comparações, não importa seu nível no desenho. Até aí, tudo bem, pois faz parte. Por outro lado, é a receita para o desastre. As comparações fazem sentido como é com você mesmo em relação a um período de tempo anterior.

Outra pulga de quem desenha é a impaciência. Desenvolver aptidões leva tempo e a paciência é, de fato, uma virtude de quem busca melhorar. Não há atalhos, logo eu sugiro que se apaixone pelo processo.

Aproveite o gosto de segurar a caneta ou lápis. Desfrute da sua criação, pois é com ela que você transforma seus pensamentos e sentimentos em algo concreto e visível

Veja o que você goste e busque inspiração!

#7 – Vença o seu Verdadeiro Inimigo

desistir de desenhar vencer inimigo

Vencer pensamentos negativos é um obstáculo quase que intransponível para muitos.

Chega a um ponto que pessoas mais próximas de nós o estimulam a desistir de realizar grandes obras, ainda mais quando são crianças. As críticas, travestidas de “opiniões construtivas”, são palavras assustadoras para quem não está blindado.

Afaste-se dessas pessoas se possível.

Caso a origem dos seus pensamentos seja seu, tente ouvir aquela voz inspiradora que o empurra para frente. Ela é verdadeira e não há quem tire de você. Você merece!

Superar a negatividade condicionada é difícil, e reconhecê-la já é uma vitória.

Desistir de Desenhar? Nunca!!

desistir de desenhar jamais

Quando nos inserimos em atividades novas, aprender é um processo de diversos estágios. Como qualquer tarefa, ela começa emocionante até aparecer seus primeiros desafios. Por causa deles, muitos cogitam a desistir de desenhar de vez.

O que chegam a desistir devem tirar um momento para si e voltar quando recuperarem as suas energias criativas. Parar temporariamente não é de demérito.

Ademais, nossas formas de pensar e de criar expectativas transformam um processo prazeroso em um verdadeiro inferno na Terra. Por tal motivo, a sensação de satisfação e alegria devem conduzí-lo na sua caminhada do desenho.

Comece agora, recomece amanhã! Persista e veja os seus frutos colhidos por meio da sua arte!

Já pensou em desistir? Deixe nos comentários o que você fez para dar a volta por cima!

Um grande abraço e bons desenhos!

Fontes de apoio adaptado:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comments (2)

Ler isso dá motivação para desenhar, mas quando eu vou desenhar eu desisto e penso que e impossível e inútil eu tenta desenhar, não se fazer nem um círculo que muitas pessoas sabem, não sei desenhar nem uma linha reta, nem bonecos palitos, isso faz eu desenhar no máximo um círculo e já desistir depois de ver o círculo mal feito, eu tenho 13 anos é não entendo essas coisas de dicas de desenho, como aprenda a observa os desenhos de forma diferente, então acho que para eu conseguir desenhar só um milagre.

Responder

Natanael,

Fico feliz que meu artigo tenha lhe ajudado. Caso goste disso, sabia que há momentos que duvidamos do que fazemos. É com a persistência que conseguimos conquistar o que queremos.

Abraços

Responder